top of page

Davi tange sua harpa perante Saul

Davi nos ensina com sua vida o porquê de ter sido chamado pelo próprio Deus, como um homem segundo o Seu coração. Muito podemos aprender com ele, e hoje, vamos observar algumas características vistas em Davi que podem fazer de nós, não apenas tangedores, mas aqueles que preparam um lugar de habitação da presença de Deus e agrada seu coração com os dons que nos entregou. 1 Samuel 16:17-18: “Disse Saul aos seus servos: Buscai-me, pois, um homem que saiba tocar bem e trazei-me. Então, respondeu um dos moços e disse: Conheço um filho de Jessé, belemita, que sabe tocar e é forte e valente, homem de guerra, sisudo em palavras e de boa aparência; e o Senhor é com ele.”

1. “Sabe tocar bem a harpa”

Habilidade – ser habilidoso com seu instrumento é o requisito básico para servir. Ter habilidade musical é obter a capacidade de comunicar as palavras de Deus, também tecnicamente. A música é uma linguagem universal, é necessário saber como falar essa língua em qualquer situação. Não podemos negligenciar os estudos! Aquele que tem dificuldade, precisa buscar aprender e o que já se considera muito bom no que faz, precisa buscar aperfeiçoamento e compartilhar do conhecimento que tem. Afinal, para o Senhor, apenas o que é excelente!

2. “Forte, valente e homem de guerra”

Posição de coração, um caráter aprovado – lendo à frente, houve dúvida dessa “força” considerando a situação que Davi enfrentaria com Golias, mas entendemos que tais características estão mais relacionadas ao inclinar do seu coração em se dispor e fazer a vontade de Deus. Tendo sidos chamados para ser um tangedor na obra de Cristo, precisamos nos aprofundar de coração entregue, tendo a consciência do lugar que Ele nos colocou, e fazer com ousadia, pois o Senhor é quem nos capacita.

3. “É prudente em palavras e gentil em atitudes/tem boa aparência”

A maneira como nos portamos nas situações, refletem nossas intenções e coração. Como lidamos com nossos relacionamentos, como tratamos nossos irmãos de comunidade, do time, é o que faz de nós pessoas prudentes, gentis e de boa aparência. Não está ligado a um fator externo simplesmente, mas inteiramente ao nosso interior. Não é sobre tocar num culto, mas sobre uma vida de devoção. O que somos com o outro, e no lugar onde estamos, é uma extensão do que cultivamos em secreto com o Senhor.

4. “O Senhor Deus está com ele”

Aprovação – unção, capacitação sobrenatural de Deus para uma tarefa. Quantas vezes, paramos para pensar se no que estamos fazendo, temos a aprovação de Deus? Estamos buscando a aprovação de quem? Do nosso líder, pastor, irmão... Não nos esqueçamos que o único olhar que devemos buscar é o Dele.


Por último, mas não menos importante, esse ponto não está descrito no texto, mas para nós, vale lembrar que o conhecimento da pessoa de Deus, do seu caráter, é o que nos foi proposto buscar. Não tem como falar sobre alguém que não conhecemos, seja tocando ou cantando, precisamos conhecer o coração de Deus, seus pensamentos, planos, o que Ele fez, porque fez, o que está fazendo, etc. Só é possível nos debruçando em Sua palavra. Erroneamente, na maioria das vezes, temos pensamentos equivocados acerca da Teologia, mas ela é simplesmente o estudo da Palavra de Deus, e será o teto da nossa adoração. O que conhecemos de Deus, é o que nos torna conhecidos Seu.

Com tudo, entendemos que é essencial ser habilidoso, mas esse é o ponto inicial de um tangedor que se faz conhecido pelo Senhor, apenas. Que busquemos cada dia mais esse reconhecimento secreto para frutificarmos externamente conforme a Sua vontade!

75 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page